Desmantelada na Guiné-Bissau rede de contrabando de medicamentos que utilizava Hospital Militar

A Polícia Judiciária da Guiné-Bissau desmantelou na quarta-feira uma rede de contrabando de medicamentos que utilizava o Hospital Militar para fazer chegar os fármacos ao país, disse hoje aquela força de investigação criminal.

A operação, denominada “Pharmex”, desmantelou um “esquema de contrabando internacional de medicamentos liderado por um grupo farmacêutico a operar em Bissau”, refere, em comunicado enviado à Lusa, a PJ guineense.

Segundo a PJ, o grupo, que opera no território nacional com várias farmácias, importava por mar e terra contentores de medicamentos em nome do Hospital Militar.

Fonte: SAPO

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.