NOTA DE IMPRENSA 

A Direção Nacional da Polícia Judiciária acompanha com muita atenção a preocupação dos cidadãos manifestada nos meios de comunicação social, sobre a evasão do suspeito de nome Gilberto da Silva, que terá morto a sua própria filha, menor de 16 anos.

O suspeito foi conduzido ao Centro prisional de Bissau junto a Diretoria de Centro da Polícia Judiciária (Piquete) frente ao mercado de Bandim, sob custódia dos serviços da Guarda Prisional que controlam a prisão ( entidade autónoma a PJ).

Confirma-se que o suspeito evadiu-se no dia 13 de Abril e ainda continua a monte.

A direção nacional da Polícia Judiciária lamenta o ocorrido e compreende muito bem a preocupação dos cidadãos, mas esclarece através desta nota que não está ligada ao processo e que o suspeito estava sob alçada dos agentes da Guarda Prisional ( entidade autónoma a PJ).

Outrossim, a direção informa que só foi notificada pelo magistrado titular do processo depois da fuga do suspeito, no sentido de acionar deligências necessárias para a sua recaptura ao que apela e agradece a colaboração de todos os cidadãos.
A PJ confirma ainda a abertura do competente processo de inquérito para apurar as circunstâncias reais da evasão do suspeito Gilberto Da Silva.

Bissau, 21 de Abril de 2022

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.