ACUSADO DO CRIME DE HOMICIDIO  

A Direção Nacional da Polícia Judiciária anunciou hoje um prémio de dois milhões de francos CFA em troca de informações credíveis que levem à detenção de Gilberto da Silva, suspeito de ter matado a sua própria filha de 16 anos de idade.

O suspeito foi conduzido ao Centro de detenção da Polícia Judiciária de Bissau (Piquete), no bairro de Reno, sob custódia dos serviços da Guarda Prisional que controlam a prisão (entidade autónoma a PJ).

O serviço da Guarda Prisional confirmou que o suspeito fugiu da custódia no dia 13 de abril e continua foragido. A direção nacional da Polícia Judiciária foi notificada pelo magistrado titular do depois da fuga do suspeito, pedindo que acione diligências para a sua recaptura.

A PJ pede de todos para do suspeito, bem como anunciou um prémio de dois milhões de francos CFA para quem fornecer a informação sobre a localização de Gilberto da Silva e, consequentemente, a sua detenção. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.